29 de novembro de 2016

Algumas das bibliotecas mais incríveis do mundo (na minha opinião)

Olá pessoas! Tudo bem com vocês? Não sei vocês, mas para mim biblioteca sempre foi um lugar fantástico. Lembro que na segunda série do ensino fundamental íamos à biblioteca da escola uma vez por semana, no fim da aula. Contava os dias para que esse momento chegasse e tentava aproveitá-lo ao máximo. Por conta dessa lembrança decidi pesquisar quais são as bibliotecas mais legais do mundo. Elegi algumas e vou apresentá-las a vocês, mas antes trouxe um pouco da história do surgimento desse local incrível. 

Um pouquinho da história do surgimento das bibliotecas

Toda a saga das bibliotecas antecede a própria história do livro e vai encontrar abrigo no momento em que a humanidade começa a dominar a escrita. As primeiras bibliotecas que se tem notícia são chamadas "minerais", pois seus acervos eram constituídos de tabletes de argila: depois vieram as bibliotecas vegetais e animais, constituídas de rolos de papiros e pergaminhos.

Até o momento, os historiadores acreditam que a biblioteca mais antiga seja a do rei Assurbanipal (século VII a.C.), cujo acervo era formado de placas de argila escritas em caracteres cuneiformes. Mas nenhuma foi tão famosa como a biblioteca de Alexandria, no Egito. Ela teria de 40 a 60 mil manuscritos em rolos de papiro, chegando a possuir 700 mil volumes. A sua fama é atribuída, além à grande quantidade de documentos, também aos três grandes incêndios de que foi vítima.
No Brasil, a biblioteca oficial foi a atual Biblioteca Nacional e Pública, do Rio de Janeiro, que se tornou do Estado em 1825. Essa biblioteca era constituída dos livros do rei de Portugal Dom José I e foi trazida para o Brasil por Dom João VI, em 1807.

Fonte: http://tr-jornalmaruery.blogspot.com.br/2012/04/como-surgiram-as-bibliotecas.html

 

BIBLIOTECA DO MOSTEIRO BENEDITINO DE ADMONT - Construída no século 18, é a maior biblioteca monástica do mundo, com mais de 70 mil volumes e 1400 manuscritos. Está localizada na região central da Áustria.

Esse local parece uma obra de arte, mas é uma biblioteca. Imagina poder contemplar essas pinturas lindas enquanto estuda. Eu moraria lá fácil, fácil.


BIBLIOTECA DA ASSEMBLEIA NACIONAL - Possui itens raríssimos, como as minutas do processo de Joana D'arc e manuscritos originais de Jean Jacques-Rousseau. Está localizada no Palais Bourbon, em Paris (França).

Não sei ao certo o tamanho dessa biblioteca, mas essa foto me deu a sensação de lugar aconchegante. Sem contar que achei super interessante o fato dela possuir itens tão raros. 


BIBLIOTECA PÚBLICA DE NEW YORK - É uma das bibliotecas mais importantes do mundo. Possui 44 milhões de volumes. Já serviu de locação para vários filmes, como 'O Dia Depois de Amanhã', 'Os Caça-Fantasmas', 'O Homem-Aranha' e 'Bonequinha de Luxo'.

Fiquei impressionada quando descobri que essa biblioteca é pública. Acho que o mundo seria mais feliz se existisse uma desse tipo em cada cidade do nosso país, rs. Agora falando sério, se existissem bibliotecas desse tipo por aqui acredito que seria um grande incentivo à leitura e estudo. Imagina a riqueza de material contida nessa maravilha!  A escolhi não só por sua beleza, mas também pelo enorme acervo que possui.
 

BIBLIOTECA ESTADUAL DE NEW SOUTH WALES - É o acervo público mais antigo da Austrália. Foi fundada em 1826 e tem mais de 5 milhões de volumes.

Decidi escolher essa biblioteca por conta de sua arquitetura incrível. Gosto de lugares bem iluminados e acredito que seja confortável estudar em um local assim. Sem contar que as mesas são enormes e comportam muito material, caso a pessoa precise utilizar vários livros diferentes. As paredes são claras, mas não aquele claro de doer os olhos. Eu ficaria horas nessa biblioteca!



BIBLIOTECA BEINECKE DE LIVROS RAROS E MANUSCRITOS - É o maior prédio do mundo dedicado a fazer a manutenção de documentos raros e manuscritos. Localiza-se na Universidade de Yale, em Connecticut (EUA).

Sempre admirei a biblioteca da Universidade em que estudo, mas depois que vi essa maravilha comecei a reconsiderar. Só me pareceu ser um pouco escura, algo que talvez dê sono na hora de estudar. De toda forma, eu ficaria feliz se tivesse a oportunidade de frequentar um local assim.


BIBLIOTECA PÚBLICA DE VANCOUVER - É a terceira maior biblioteca do Canadá, com 8 milhões de volumes. Foi inaugurada em 1995. É famosa por seu projeto sustentável e seu telhado ecológico.

Outra biblioteca pública impressionante. Me dá a sensação de ambiente agradável. Não sou arquiteta e não entendo do assunto, mas costumo dizer que se fosse me especializaria em construções feitas com vidro, simplesmente por que acho lindo. Sem contar que essa estrutura deve gerar grande economia de energia. Nota 10 para a biblioteca pública de Vancouver!
 


BIBLIOTECA DA ABADIA DE WIBLINGEN - Foi inaugurada no século 18. Hoje faz parte da Universidade de Ulm. Está localizada na Alemanha, próximo à fronteira com a França.

Algumas informações a respeito desse lugar maravilhoso que parece uma obra de arte, retiradas do site http://www.elfikurten.com.br/2012/07/bibliotecas-tesouros-da-humanidade.html:
“Antes de entrar na Biblioteca visitantes podem ver a inscrição ‘Em quo omnes thesauri sapientiae et Scientiae’, que significa ‘Onde são armazenados todos os tesouros do conhecimento e da ciência’, uma citação perfeita para qualquer biblioteca.
A famosa biblioteca do mosteiro Wiblinger tem as dimensões e as sumptuosas amenidades de um salão de banquete sagrado. Ele serviu como salão de residência espiritual, onde os convidados foram recebidos.”

E para nosso consolo esses lugares surreais não existem apenas no exterior. Podemos encontra algo assim no Rio de Janeiro.

Biblioteca Nacional do Brasil – Rio de Janeiro, Brasil

Salão de leitura da Divisão de Obras Raras

A Biblioteca Nacional do Brasil, considerada pela UNESCO uma das dez maiores bibliotecas nacionais do mundo, é também a maior biblioteca da América Latina. O núcleo original de seu poderoso acervo calculado hoje em cerca de nove milhões de itens é a antiga livraria de D. José organizada sob a inspiração de Diogo Barbosa Machado, Abade de Santo Adrião de Sever, para substituir a Livraria Real, cuja origem remontava às coleções de livros de D. João I e de seu filho D. Duarte, e que foi consumida pelo incêndio que se seguiu ao terremoto de Lisboa de 1º de novembro de 1755.

 
Acervo da Biblioteca Nacional do Brasil

O acervo trazido para o Brasil, de sessenta mil peças, entre livros, manuscritos, mapas, estampas, moedas e medalhas, foi inicialmente acomodado numa das salas do Hospital do Convento da Ordem Terceira do Carmo, na Rua Direita, hoje Rua Primeiro de Março. A data de 29 de outubro de 1810 é considerada oficialmente como a da fundação da Real Biblioteca que, no entanto, só foi franqueada ao público em 1814.
Quando, em 1821, a Família Real regressou a Portugal, D. João VI levou de volta grande parte dos manuscritos do acervo. 
____
Serviço
Sede: Avenida Rio Branco, 219 - Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil.
Visite o site oficial: Biblioteca Nacional 
Biblioteca Nacional no Facebook
Real Gabinete Português de Leitura – Rio de Janeiro, Brasil
 
Real Gabinete Português de Leitura


A maior biblioteca de autores portugueses fora de Portugal teve início em 1837 e conta com mais de 350.000 volumes em um acervo que reúne obras raras dos séculos XVI, XVII e XVIII.
O Real Gabinete Português de Leitura é uma instituição notável, não só pelo considerável acervo bibliográfico ou pelas diversas atividades que desenvolve, mas também pelo prestígio nos meios intelectuais. A instituição foi fundada em 1837 por um grupo de quarenta e três imigrantes portugueses para promover a cultura entre a comunidade portuguesa na então capital do Império.
 
Real Gabinete Português de Leitura - Rio de Janeiro, Brasil


O Imperador D. Pedro II lançou a pedra fundamental do edifício e sua filha, a Princesa Isabel, junto com seu marido, o Conde d'Eu, inauguraram-no em 10 de setembro de 1887.
Aberta ao público desde 1900, a biblioteca do Real Gabinete possui a maior coleção de obras portuguesas fora de Portugal. Entre os 350 mil volumes encontram-se obras raras como um exemplar da edição "princeps" de Os Lusíadas de Camões (1572), as Ordenações de D. Manuel (1521), além de manuscritos do "Amor de Perdição", de Camilo Castelo Branco, do "Dicionário da Língua Tupy, de Gonçalves Dias, e centenas de cartas de escritores. Há também uma importante coleção de pinturas de José Malhoa, Carlos Reis, Oswaldo Teixeira, Eduardo Malta e Henrique Medina. Entre os seus visitantes ilustres, do passado, encontram-se os nomes de Machado de Assis, Olavo Bilac e João do Rio.
A história da Academia Brasileira de Letras está ligada à do Real Gabinete, uma vez que as cinco primeiras sessões solenes da Academia, sob a presidência de Machado de Assis, foram ali realizadas.
____
Serviço
Endereço: R. Luís de Camões, 30, centro - Rio de Janeiro
Funcionamento: 9h às 18h 
Entrada: gratuito
Site oficial: Real Gabinete Português de Leitura

E então, qual dessas bibliotecas chamou a atenção de vocês? Tem algumas que mais gostou? Me conte nos comentários! 😉

Nenhum comentário:

Postar um comentário