13 de abril de 2015

[Resenha completa] A Mais Pura Verdade - Dan Gemeinhart

"Em todos os sentidos que interessam, Mark é uma criança normal. Ele tem um cachorro chamado Beau e uma grande amiga, Jessie. Ele gosta de fotografar e de escrever haicais em seu caderno. Seu sonho é um dia escalar uma montanha.
Mas, em certo sentido um sentido muito importante , Mark não tem nada a ver com as outras crianças.
Mark está doente. O tipo de doença que tem a ver com hospital. Tratamento. O tipo de doença da qual algumas pessoas nunca melhoram.
Então, Mark foge. Ele sai de casa com sua máquina fotográfica, seu caderno, seu cachorro e um plano. Um plano para alcançar o topo do Monte Rainier.Nem que seja a última coisa que ele faça. 
A Mais Pura Verdade é uma história preciosa e surpreendente sobre grandes questões, pequenos momentos e uma jornada inacreditável."



Em seu livro de estreia Dan Gemeinhart nos conta a história de Mark, um garoto de 12 anos que tem uma doença grave. Após sua mãe receber uma ligação, Mark decide fugir de casa. Ele vai acompanhado de seu cachorro, que se chama Beau, e leva também uma mochila com alguns itens que julga serem importantes nessa jornada: sua câmera fotográfica, um caderno, lápis, dinheiro, algumas roupas e um pouco de comida. Antes de partir ele deixa um bilhete para sua melhor amiga, Jessie, no lugar secreto deles, e pede a ela que guarde seu segredo.

Durante o percurso de Mark acontecem várias coisas e ele se depara com vários imprevistos, os quais fazem com que ele tenha que adequar o seu plano aos novos acontecimentos. Mas nosso protagonista também encontra muitas pessoas legais e que de alguma forma acabam ajudando-o. O problema é que ele sente uma raiva tão grande que às vezes não  percebe tais gestos de bondade.


É interessante que na capa do livro tem um comentário de uma autora que diz que você vai querer abraçar o Mark. E em vários momentos da história eu tive vontade de fazer isso. E quase abracei o livro, já que não dava para fazer isso com o próprio Mark.

Apesar de ter gostado muito da história, algumas coisas me incomodaram. Uma delas foi a indecisão da Jessie de contar ou não aos pais de Mark o que ela sabia. Isso acontece graças a promessa que ela fez a ele de guardar o seu segredo. O problema é que quanto mais o tempo passa, mais perigo ele corre. E isso gera uma grande aflição no leitor. Outro ponto negativo é que a história ficou um pouco arrastada em alguns pontos. Certos fatos demoraram muito para acontecer e isso ficou um pouco cansativo.

Agora algo que me chamou a atenção é como uma criança de 12 anos consegue arquitetar um plano tão bem. Ele realmente se preparou para o que estava fazendo e fez tudo isso sozinho.

A história é tão profunda que acaba gerando reflexões filosóficas. Uma colega da faculdade viu o livro em cima da minha mesa e perguntou sobre o que era a história. Após lhe fazer um breve resumo ela fez uma analogia da história com os montes com os quais nos deparamos todos  os dias. Disse que cada um de nós nos deparamos com várias montanhas em nossas vidas, e cabe a cada um de nós decidirmos se vamos ou não enfrentar os obstáculos para chegar ao topo. Sábias palavras as dela.

A Mais Pura Verdade é um livro fofo, que nos faz refletir sobre as coisas da vida e também nos mostra a linda amizade entre um cachorro e seu dono. Sério, acho que nunca vi um cãozinho tão fiel em toda a minha vida.

"Os cachorros morrem, talvez. Mas uma amizade, não. Não se a gente não quiser que ela morra." pág. 213


*Livro cedido pela editora Novo Conceito.

7 comentários:

  1. Oi Erica!!
    Amei esse livro,história super envolvente e cativante.
    Como não se apaixonar pelo Beau gente??Quero um cãozinho desses!!
    Beijos!!

    http://livreirocultural.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade Cláudio, ele é um cachorro e tanto!

      Excluir
  2. Eu vi esse livro pra vender e fiquei super interessada!

    beijo
    beinghellz.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele é muito bom Hellz. Se você tiver oportunidade leia, não vai se arrepender!

      Excluir
  3. Olá!
    Eu já li dezenas de resenhas desse livro, sem exagero. E a cada resenha meu amor e vontade de lê-lo aumentam!
    Um cãozinho fofo + um menino mais fofo ainda = uma livro lindo! <3
    E que linda essa analogia que a sua amiga fez!

    Beijos e até! :*

    http://dreams-books-love.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Esse livro é um amorzinho Lorrane. A gente lê e quer terminar logo para saber o que vai acontecer com eles.
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Oie, tudo bom?
    Esse livro realmente me fez pensar muito sobre vários aspectos da vida. Eu fui cativada pelo Mark e o Beau. O autor chegou a comentar o fato da Jessie não ter contado a verdade e ele disse que preferiu arriscar isso na trama.
    Beijos,
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir