14 de outubro de 2018

Vida e Paixão do Cordeiro de Deus - Ana Catarina Emmerich

Oi! Tudo bem com vocês? No post de hoje vou falar do livro Vida e Paixão de Jesus Cristo, escrito pela beata Ana Catarina Emmerick. O livro foi cedido em parceria com o Minha Biblioteca Católica, um clube de assinatura católico, que envia todo mês um box com livros pensados para o seu desenvolvimento na fé. A caixa por si só é uma graça e contém um livro, um marcador e um brinde surpresa. Para tornar-se assinante do clube, clique aqui.



1 de agosto de 2018

[Conhecendo o autor] Jennifer Niven

Jennifer Niven nasceu em 14/05/1968, na Carolina do Norte, EUA. É autora de Por Lugares Incríveis, (clique aqui para ler a resenha) best-seller do New York Times traduzido para mais de 35 línguas. Também escreveu quatro romances para adultos, três livros de não ficção e o roteiro de Por Lugares Incríveis para o cinema. Cresceu em Indiana e atualmente mora em Los Angeles. Seu primeiro livro, The Ice Master, foi lançado em 2000 e foi apontado como um dos 10 melhores livros de não ficção do ano pela publicação Entertainment Weekly. Quando não está escrevendo, Jennifer  estuda dança do ventre, Ioga e guitarra elétrica.

Entrevista com a autora, retirada do blog Além do Livro:

25 de julho de 2018

Amy e Matthew - Cammie McGovern

"Às vezes, “eu te amo” é o mais difícil de dizer. Amy e Matthew não se conheciam realmente. Não eram amigos. Matthew sabia quem ela era, claro, mas ele também sabia quem eram várias outras pessoas que não eram seus amigos. Amy tinha uma eterna fachada de felicidade estampada em seu rosto, mesmo tendo uma debilitante deficiência que restringe seus movimentos. Matthew nunca planejou contar a Amy o que pensava, mas depois que a diz para enxergar a realidade e parar de se enganar, ela percebe que é exatamente de alguém assim que precisa. À medida que passam mais tempo juntos, Amy descobre que Matthew também tem seus problemas e segredos, e decide tentar ajudá-lo da mesma forma que ele a ajudou. E quando a relação que começou como uma amizade se transforma em outra coisa que nenhum dos dois esperava (ou sabe definir), eles percebem que falam tudo um para o outro... exceto o que mais importa."

Amy tem um tipo de paralisia cerebral, ocasionada quando era ainda recém nascida. Por conta disso, não fala nem anda sozinha. Ela precisa de um tipo de computador especial para se comunicar e um andador para se locomover. Frequenta uma escola normal, mas sempre com um auxiliar ao seu lado. Ela acreditava ter amigos e uma vida feliz, só que após uma conversa com Matthew (e depois de ouvir verdades que ninguém teve coragem de lhe dizer) a garota passa a enxergar sua vida com outros olhos. Os amigos a quem ela se referia eram os professores e seus auxiliares. Ninguém da sua idade. Depois disso pede aos pais que a partir daquele momento seus auxiliares sejam colegas da escola. Nicole, sua mãe, realiza as entrevistas com os candidatos e fornece treinamento a cada um deles. E é assim que Amy passa a ter amigos de verdade.

Matthew tem alguns comportamentos estranhos e pensamentos irracionais que o atrapalham, mas que ele não consegue controlar. Ele tem tanta vergonha disso que não consegue conversar com ninguém sobre o assunto. Até que começa a trabalhar com Amy e ela percebe os comportamentos diferentes que ele tem. A garota fica intrigada, pesquisa e descobre que seu auxiliar sofre de Transtorno Obsessivo Compulsivo - TOC.

Matthew é contratado para ajudar Amy, mas no fim das contas a ajuda acaba sendo recíproca. É ela quem o incentiva a procurar ajuda profissional. Ela, uma garota deficiente que sempre foi subestimada pelos médicos e ignorada pelas pessoas. Amy é muito inteligente e sua mãe faz questão de mostrar isso ao mundo sempre que pode. Mas mesmo com toda essa inteligência ela não conseguia fazer amigos. Era invisível. Ninguém se aproximava ou tentava conversar com ela. E ela sempre quis interagir com as pessoas, poder compartilhar seus segredos, criar piadas internas e todas estas coisas. Por isso a ideia dos colegas auxiliares é também uma espécie de "ensaio" para que Amy consiga fazer amigos quando for para a faculdade. A garota acredita que no ambiente universitário isso será mais fácil do que na escola. Ela pensa constantemente em como será a vida na faculdade. Já Matthew não tem nenhuma expectativa para a universidade. Ele não consegue preencher nenhum dos formulários e não quer se candidatar, pois não acredita ser capaz. Ainda não sabe o que vai fazer quando terminar o ensino médio.


Essa história me cativou de uma maneira que eu não esperava. Não li a sinopse, então não fazia ideia do que me aguardava quando comecei a leitura. Acho que meus olhinhos se encheram de lágrimas em diversos trechos do livro. A Amy passa por tantas coisas surpreendentes! É impossível não tentar se colocar no lugar dela. Os trechos que mais me sensibilizaram foram os que ela diz que só quer ter amigos, algo que parece ser tão comum para muitos. É uma garota tão incrível e especial, mas que infelizmente nunca é notada. Por sua condição, sempre foi super protegida pela mãe e chega um momento em que ela fica sufocada com o excesso de cuidados. Por isso a universidade para ela é um sonho, pois é sinônimo de liberdade. Devido a certas circunstâncias, Amy toma algumas decisões sozinhas, até mesmo escondida dos pais, e por isso a relação com a mãe fica delicada. Mas Nicole não faz isso por mal, apenas tem medo de que algo ruim aconteça à filha.
É claro que não me compadeci somente de Amy, mas também de Matthew. Ele teve amigos no passado, mas por conta de seus comportamentos diferentes as pessoas se afastaram dele. Ele é um bom garoto, mas parece que as pessoas não se dão conta disso.

Essa história mostrou-me o quanto deixamos de conhecer pessoas incríveis por conta de preconceitos. Ninguém quer ser amigo da garota deficiente ou do menino esquisito (que é como muitos veem Matthew). Somos atraídos por pessoas fisicamente normais, bonitas e que não demonstram nenhuma “esquisitice”. 

Outro ponto interessante na história é o preconceito e como este parte justamente da mãe de Amy. Não para com a filha, mas com Matthew. Logo ela que sempre lutou para que Amy nunca fosse excluída por sua deficiência.

Esse romance foge do clichê e nos surpreende o tempo inteiro. É uma leitura fluida, que você conclui sem perceber. Proporciona diversas reflexões ao leitor e pode arrancar algumas lágrimas. É uma leitura que vale a pena e pode tornar-se uma de suas favoritas.


Compre aqui e ajude o blog :)

20 de julho de 2018

[Dica de filme] A Incrível História de Adaline

Ficha técnica:
Título original: The Age of Adaline
Estrelando: Blake Lively, Harrison Ford, Michiel Huisman
Gêneros: Dramas, Dramas românticos, Filmes românticos, Ficção científica e fantasia, Fantasia
Direção: Lee Toland Krieger
Ano: 2015
Duração: 1h52min

Sinopse:
Adaline Bowman nasceu na virada do século XX. Ela tinha uma vida normal até sofrer um grave acidente de carro. Desde então, ela milagrosamente não consegue mais envelhecer, tornando-se um ser imortal com a aparência de 29 anos. Ela vive uma existência solitária, nunca se permitindo criar laços com ninguém, para não ter seu segredo revelado. Mas ela conhece o jovem filantropo, Ellis Jones, um homem por quem pode valer a pena arriscar sua imortalidade.

Adaline nasceu na virada do século XX. Teve uma vida normal até sofrer um acidente de carro, aos 29 anos. Em decorrência disto ela sofre uma alteração genética em seu DNA e não envelhece. Para que seu segredo seja preservado, Adaline muda de cidade e de nome constantemente.  Ela não pode criar laços afetivos com ninguém. Tem uma vida solitária e um pouco triste. Até que no réveillon de 2014 conhece Ellis, um jovem que mexe com seus sentimentos.

5 de julho de 2018

Para estar com Deus - Pe. Francisco Faus

"Santa Teresa de Ávila, com a força de uma experiência vivida afirmava: Quem a Deus tem, nada lhe falta. Neste livro, Francisco Faus, sacerdote católico e diretor espiritual há mais de 5 anos, ensina, através de breves meditações, como alcançar essa união com Deus no dia-a-dia. Nas páginas desse livro, encontrará conselhos práticos de como viver a fé crista e descobrirá que a vida interior é um caminho acessível a todos."

Neste livro Pe. Francisco nos mostra algumas maneiras de nos aproximarmos de Deus, e uma dessas maneiras é a oração. Dentre outras coisas ele nos apresenta a diferença entre oração mental e meditação, e traz algumas sugestões para “melhorarmos” nossa oração pessoal.

Para incrementar seu escrito o autor cita diversas frases do livro “Caminho”, de São Josemaria Escrivá, as quais nos levam à meditação e despertam o interesse em conhecer a obra de tão grande santo. 

28 de junho de 2018

O amor nos tempos de likes - Próximo destino: o amor (conto da Pam Gonçalves)

"Quatro grandes booktubers se unem em uma coletânea que reinventa contos românticos na era digital Os tempos mudaram, mas e o amor? Continua a dar aquele frio na barriga e fazer os jovens atravessarem quilômetros para viver uma paixão? Em O Amor nos tempos de #likes, quatro booktubers se inspiram em três histórias da literatura para criar suas versões de contos românticos na era digital. Uma bela, jovem e famosa youtuber com medo do amor; um casal inesperado em um encontro às escuras (literalmente) e dois meninos apaixonados por livros tentando entender quem são e o que querem são os protagonistas destes contos que evocam Orgulho e Preconceito (Pam Gonçalves), Dom Casmurro (Bel Rodrigues) e Romeu e Julieta (Pedrugo)."

Liz tem 19 anos, é Youtuber, mora em São Paulo, mas está indo para Florianópolis visitar a família. Ela ama o que faz, mas a mãe não consegue entender sua escolha e sempre que as duas conversam, acaba insistindo para que a filha deixe essa vida e faça faculdade. Por isso ela está tensa, pois sabe o que a aguarda. Seu dia não está nada bom e ela acredita que nada pode piorá-lo. Mas piora. Pouco depois de chegar ao aeroporto seu voo é cancelado por mal tempo, algo que vai atrasar a sua chegada, que vai atrasar ainda mais a entrega de seu vídeo do Dia dos Namorados – algo que deixará sua assessora ainda mais irritada. Ela nem queria fazer o tal vídeo e não entende por que aceitou esse trabalho. Afinal de contas, o que mesmo ela vai falar sobre amor?  

26 de maio de 2018

TAG: Frases de mãe




Oi, tudo bem? Tem um tempinho que não respondia tags, então hoje trouxe uma em formato de vídeo, com frases que eu acredito que você tenha escutado ao menos uma na sua infância. Espero que gostem. Beijos e bom fim de semana!